Conta de Energia Solar antes e depois

Atualizado: 30 de ago.

Quando falamos em energia solar fotovoltaica, apesar de ser sabido que se trata de uma energia alternativa, renovável, limpa e sustentável, a principal dúvida daqueles que procuram sua instalação é “como economizar energia elétrica?”.


A energia solar fotovoltaica oferece muitas vantagens para a economia e para a preservação ambiental, por isso, as pessoas estão, cada vez mais, aderindo a esse sistema em suas casas e comércios.


Imagem: limpezasolar.com


No quesito conta de energia elétrica, para vermos claramente os efeitos da energia solar fotovoltaica, é preciso entender como ela é gerada.


Nesse sistema, há a captação de radiação solar por meio de um ou mais painéis solares, a qual é transformada em força para ligar lâmpadas, eletrônicos e equipamentos em geral.


A principal vantagem, em termos de conta de energia elétrica, é que a energia gerada supre a maior parte da sua necessidade de uso, assim, você utilizará menos energia da rede elétrica.


Assim, além de reduzir os valores e o consumo na conta de luz, você também terá uma compensação de créditos energéticos a serem abatidos na sua próxima fatura.



Entenda Como Funciona a Conta De Energia Elétrica Com o Uso De Energia Solar

A energia solar fotovoltaica, para ser utilizada nas residências ou empresas, precisa estar em corrente alternada (CA).


Por isso, esses sistemas de energia solar possuem um equipamento denominado inversor solar, que recebe a energia solar fotovoltaica e a converte de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA) para, assim, distribuí-la no local onde será consumida.


O impacto promovido por um gerador solar na conta de energia elétrica é muito positivo. Em suma, pode-se dizer que o uso de sistemas de energia fotovoltaica reduz drasticamente os valores pagos na conta de luz.


Com um painel solar, é possível reduzir os valores da conta da energia elétrica, de modo que se identifiquem, inclusive, no quadro geral da residência, os aparelhos domésticos que consomem a maior parte da energia solar ao invés da elétrica.



Desse modo, quando a geração de energia solar é maior do que a energia consumida, essa sobra é exportada para a rede, passando pelo medidor bidirecional, que é responsável por mensurar o fluxo de energia na entrada e na saída.


Após a medição, o excedente é devolvido na forma de crédito a ser abatido na próxima conta de luz.


Nesse viés, a economia com o uso da energia solar só não será de 100% pois é preciso pagar uma pequena taxa que diz respeito ao consumo mínimo de 30,50 ou 100 kWh (a depender se o disjuntor do padrão de luz é mono, bi ou trifásico), no entanto, é fato que haverá uma redução significativa nos valores.


Economia com energia solar


Como já vimos, após a instalação dos sistemas de energia solar fotovoltaica do tipo on-grid, que é conectado à rede elétrica pública, os painéis solares geram energia.



Quando se cria mais energia do que o necessário, a rede pública de energia elétrica cria créditos que garantem descontos na sua conta de luz.


Projeto de instalação comercial e residencial


Outra vantagem de aderir à energia solar é que ela se adequa a qualquer espaço, em residências, comércios e, até mesmo, no agronegócio.


Outros benefícios do sistema fotovoltaico são:


Energia silenciosa


Não poluente


Fonte de energia gratuita


Baixa necessidade de manutenção


Facilidade na instalação


Valorização do imóvel


Ocupação de pouco espaço


Resistência a condições climáticas


Além da redução considerável dos custos energéticos e da conta de energia elétrica, esse sistema é durável.



Trata-se de um mecanismo que possui vida útil estimada em torno de 25 a 35 anos, portanto, seu custo-benefício é altamente vantajoso.


Fonte: limpezasolar.com