top of page

Projetos Arquitetônicos que Utilizam Energia Solar


Imagem: Divulgação


A arquitetura sustentável integra painéis fotovoltaicos a suas construções unindo design à sustentabilidade.


A arquitetura sustentável, conhecida também como arquitetura verde, vem ganhando espaço cada vez mais no mercado.


Os impactos causados ao meio ambiente são levados em consideração durante o processo de construção.


Isso sem mencionar o fator econômico, responsável muita das vezes pelo sucesso ou fracasso do empreendimento.


A criatividade e o design moderno têm integrado os espaços ao redor do mundo. E o uso de painéis fotovoltaicos nas construções tem se mostrado mais que uma tendência.


Separamos 5 projetos que integraram a energia solar em suas formas, dentre eles, dois nacionais.


1 – Estádio de Futebol Mineirão, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil


Inaugurado em 65, o Mineirão passou por uma reformulação em 2010 devido a sede da Copa do Mundo no Brasil.


Módulos fotovoltaicos foram instalados na parte superior da edificação concedendo ao estádio a certificação LEED Platinum de sustentabilidade.


A estrutura conta com 6 mil placas fotovoltaicas em um espaço de 9500 m², o suficiente para atender 1200 imóveis residências.



Imagem: Divulgação


2 – Estacionamento da UFRJ, Rio de Janeiro, RJ


A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) utiliza painéis fotovoltaicos em seu estacionamento do campus Ilha do Fundão. Os 414 painéis, além de proteger os carros, geram por ano 140 mil kW/h.


A energia gerada é capaz de abastecer 70 residências de consumo médio. O investimento de R$1,6 milhões, gerou uma economia de R$63 mil por ano para a instituição.



3 – Headquarter da Apple, Califórnia, EUA


Localizada em Cupertino, Califórnia, a nova sede da Apple é de impressionar. Com custo estimado de 5 bilhões de dólares, o headquarter conta com um dos maiores sistemas fotovoltaicos já instalados em um prédio corporativo.


O sistema possui 17 megawatts de potencia mais um adicional de 130 megawatts fornecidos pela empresa First Solar.


“Estamos construindo um novo headquarter que irá, eu acho, ser o prédio mais verde do planeta,” disse Tim Cook, CEO da empresa.


“Isso será um centro de inovação, e isso é algo que claramente nós e nossos funcionários queremos”.


Imagem: Divulgação


4 – Blackfriars Bridge, Londres, Inglaterra


Exemplo de inovação em construções antigas, a ponte Blackfriars produz 50% de toda energia consumida nas estações de trem londrinas.


Ao longo de seus 281 metros de comprimento, mais de 4 mil painéis fotovoltaicos compõe sua estrutura.


A produção anual é de 935 mil kWh (kilowatts/hora), e seu sistema fotovoltaico de 1,1 MWp (megawatt-pico).


Outro fator positivo da implementação é que 455 mil kg de dióxido de carbono são evitados de serem liberados na atmosfera.



5 – Sun Dial, Dezhou, China

Considerado até então o maior edifício comercial com energia solar do mundo, com 75 mil m², o Sun Dial possui um hotel, centros de pesquisa e treinamento e espaços para a realização de exposições e congressos.

No edifício foram instalados 5 mil m² de painéis fotovoltaicos, fazendo com que o consumo energético seja 30% menor que o padrão nacional.

Além dos painéis solares, há outras soluções e ideias verdes implantadas no edifício fazendo com que 95% da energia utilizada no espaço se proveniente de fontes alternativas.

Imagem: Divulgação






bottom of page