top of page

OAB de São Paulo Lança Editais Para Construir 15 Usinas Solares de GD

Segundo a entidade, serão investidos aproximadamente R$ 12 milhões e o projeto visa atender 500 pontos de consumo.

A OAB SP – Ordem dos Advogados do Brasil Seção São Paulo lançou dois editais para construção de usinas solares fotovoltaicas.


Imagem: Divulgação


A meta das iniciativas é instalar 15 usinas até 2025, a um custo aproximado de R$ 12 milhões, para atender por geração distribuída mais de 500 pontos de atendimento da instituição no estado paulista, com economia aproximada de R$ 2,25 milhões ao ano.


O primeiro edital (02/2023), lançado em 24 de outubro, prevê a contratação de integradora solar para analisar cinco locais disponibilizados pela OAB na área de concessão da Neoenergia Elektro no estado de São Paulo.


A partir daí, a empresa deverá indicar o melhor modelo de micro ou minigeração distribuída e elaborar o projeto para construção e instalação dos sistemas.


Esse edital, disponível no Diário Eletrônico da OAB (deoab.oab.org.br), visa atender 131 unidades consumidoras da OAB no estado de São Paulo, que consomem, em média, mais de 34 MWh/mês.


O planejamento envolve a meta de instalação de 763 módulos solares fotovoltaicos em locais indicados pelas subseções de Nhandeara, Votuporanga, Santa Rita do Passa Quatro, Ilha Solteira e Araras.


Já em segundo edital (03/2023), lançado dia 1º de novembro, são apresentadas localidades para instalação de usinas solares fotovoltaicas em duas cidades da região metropolitana de São Paulo atendidas pela Enel, em São Bernardo do Campo e Mauá.


A previsão é que essas usinas produzam energia para outros 40 pontos de atendimento da OAB SP, que consomem, em média, 28 MWh/mês.


A ideia aí é ter excedente de energia para obtenção de créditos que serão compensados por todas as unidades consumidoras da OAB na área de concessão da Enel.


Os editais atendem a um programa de transição energética da OAB SP que se iniciou em março deste ano, com a construção de usina piloto na colônia de férias da instituição, em Três Fronteiras (SP).


Essa instalação contemplou 200 módulos de 550 W e 75 kW em inversores. A usina já gerou mais de 112 mil MWh, com economia de aproximadamente R$ 12 mil por mês.


Além disso, já está em fase final de implantação uma segunda usina, em Mogi das Cruzes, cuja previsão é gerar 7.975 kWh/mês, para injetar na rede da concessionária EDP e gerar créditos para 13 pontos de atendimento da OAB.


A entidade tem ainda instalações solares off-grid nas seções de Aguaí, Miracatu, Santa Fé do Sul, Santa Rita do Passa Quatro, Tatuí e Teodoro Sampaio.


Fonte: Fotovolt


コメント


bottom of page