top of page

Interesse por baterias faz ees Europe dobrar de tamanho

A feira de armazenamento, que faz parte da The Smarter E, terá 500 expositores e deve atrair público de 85 mil pessoas em Munique.

Apontada como principal feira e congresso do mercado global de baterias e sistemas de armazenamento de energia, a ees Europe, agendada para 14 a 16 de junho em Munique, na Alemanha, vai registrar mais de 100% de crescimento no número de expositores.


Imagem: Divulgação


Em uma área total de 45 mil metros quadrados do Messe München, em cinco pavilhões e uma área de exposição ao ar livre, o evento terá mais de 500 empresas mostrando tecnologias e soluções de armazenamento de energia.


Como parte da exposição integrada de energia, a The Smarter E Europe, que inclui ainda a Intersolar, a Power2Drive Europe e a EM-Power Europe, a feira também deverá atrair número recorde de visitantes, com aproximadamente 85 mil pessoas de 160 países, segundo projeção da organizadora.


Além de novas tecnologias, a expectativa é de que a extensa programação das conferências e fóruns, que debaterão tendências do setor, seja outro motivo importante para a frequência elevada de público.


Na ees Europe Conference, que ocorre nos dias 13 e 14, haverá por exemplo debates sobre o uso da inteligência artificial no setor e, como destaque, um painel que discutirá o impacto, sobre os sistemas de armazenamento, das novas propostas de design de materiais para o mercado elétrico europeu.


Foram convidados para este último tema representantes da União Europeia, além de funcionários de empresas de serviços públicos e fornecedores de soluções de armazenamento.


Já no ees Forum serão debatidos desde tópicos voltados especificamente para o mercado de baterias até os sobre tecnologias para a automação e aplicações de melhores práticas.


No fórum, os finalistas do ees AWARD e do The Smarter E Award também apresentarão seus projetos de inovação, durante o primeiro dia da exposição.


O programa do fórum incluirá ainda sessões sobre segurança energética e estabilidade de preços de sistemas de armazenamento comercial, além de painéis de discussão para debater se sistemas à base de hidrogênio verde serão prevalentes no futuro, em comparação com os baseados em baterias.


No caso do hidrogênio verde, aliás, haverá um fórum específico, já em sua terceira edição.


A preocupação com o tema tem explicação: até 2030, os estados membros da União Europeia têm a meta de expandir a capacidade de eletrólise do H2V dos atuais 143 MW para 138 GW.


A Espanha lidera atualmente o mercado, com a implantação planejada de mais de 74 GW (25 GW em preparação), mas é seguida pela Holanda (10 GW) e pela anfitriã do evento, a Alemanha (7 GW).


Fonte: Fotovolt

Comments


bottom of page