top of page

Hidrelétrica colombiana instala solar flutuante de 1,5 MW

Projeto em escala piloto deve gerar 2.400 MWh no primeiro ano, o suficiente para a operação da barragem da UHE Urrá

Foi instalado no reservatório da usina hidrelétrica Urrá, na Colômbia, de 340 MW, uma usina solar flutuante de 1,5 MW de potência instalada.


Imagem: Divulgação


Em caráter piloto, o projeto batizado de Aquasol foi implementado pela norte-americana Noria Energy, empresa também responsável por projeto na cidade de Healdsburg, na Califórnia, Estados Unidos, com 4,78 MW, considerado um dos maiores em operação na América do Norte.


A flutuante na UHE Urrá, que fica na bacia do rio Sinú, em Córdoba, na Colômbia, tem 2800 módulos solares fotovoltaicos e deve gerar 2.400 MWh em seu primeiro ano de operação, o suficiente para compensar a quantidade de energia necessária para operar a barragem.


Além disso, a expectativa é que o projeto evite mais de 1.540 toneladas de emissões de dióxido de carbono a cada ano e gere mais de US$ 1,2 milhão em receita adicional de energia elétrica em 20 anos.


"Em todo o mundo, cerca de 60% da energia renovável vem da energia hidrelétrica. Isso representa inúmeras oportunidades para implantar energia solar flutuante que pode maximizar a geração de energia com emissão zero e diversificar as fontes de energia limpa", disse o CEO da Noria Energy, Jonathan Wank.


Segundo Wank, além de aumentar a capacidade total de geração de hidrelétricas, os sistemas solares flutuantes podem ajudar a manter a energia fluindo quando baixos níveis de água ou outras condições adversas reduzem a produção hidrelétrica.


“O sistema solar flutuante é projetado para ficar em cima da água e suportar flutuações do nível da água de até 120 pés”, disse.


Fonte: Fotovolt

Comments


bottom of page