top of page

GreenYellow vai construir usinas para GD por assinatura da Matrix

Serão três usinas com potência total de 16,28 MWp em Goiás, Piauí e no Ceará.

  

A GreenYellow assinou contrato com a Matrix Energia para construir três usinas solares fotovoltaicas de geração distribuída que juntas terão capacidade instalada de 16,28 MWp, com geração anual prevista de 34,9 GWh.


Imagem: Divulgação


A ideia é utilizar a energia solar nos serviços de assinatura por geração distribuída compartilhada realizados pela Matrix.

 

As UFVs serão implantadas pela GreenYellow em áreas de concessão da distribuidora Equatorial, nos municípios de Porteirão, em Goiás, e Sigefredo Pacheco, no Piauí, e ainda em Morada Nova, no Ceará, em área de concessão da Enel.


Com essas disposições geográficas, a Matrix poderá negociar as assinaturas com cerca de 2.900 consumidores de 645 municípios.

 

Segundo o diretor comercial da GreenYellow, Marcelo Varlese, a empresa será responsável pelo investimento, implantação, operação e manutenção das usinas.


De acordo com ele, com esse projeto o portfólio da empresa de origem francesa ultrapassou os 100 MW de capacidade instalada.

 

Já a Matrix, de acordo com o diretor comercial, Rafael Moreira, planeja operar mais de 500 MWca de geração descentralizada em 2024, o que segundo ele deve posicionar a empresa como um dos maiores players de GD compartilhada do país, com operação em pelo menos 21 concessionárias.


Em 2023, a linha de negócio contou mais de 1.300 clientes, dentre eles comércios e residências, com mais de 4.000 MWh de energia transacionada em clientes do grupo B.


Fonte: Fotovolt

コメント


bottom of page