top of page

GreenYellow fecha acordo de GD compartilhada com a Exata

A francesa vai construir e operar quatro UFVs, com total de 26,39 MWp, para a Exata ofertar a compensação de créditos com consumidores.

Imagem: Divulgação


A francesa GreenYellow, especializada em geração solar distribuída e eficiência energética, fechou acordo com a Exata Energia, do grupo Prime Energy, para construir, operar e manter quatros usinas solares fotovoltaicas no modelo de geração distribuída, nos estados da Bahia, Piauí e Ceará.


A GreenYellow também será a responsável pelo investimento, não revelado pela empresa, e no total a capacidade instalada dos projetos será de 26,39 MWp, com geração aproximada de 50.941 MWh por ano.


A negociação faz parte de plano da Exata de expandir sua atuação em geração distribuída compartilhada, com operação em áreas de 14 concessionárias de energia do País.


Segundo revelou o CEO do grupo controlador, Leonardo Midea, a companhia projeta operar 500 MWp em energia solar, até 2024.


A ideia da empresa é diversificar sua atuação, hoje muito focada em GD para grandes empresas varejistas e de telecomunicações.


“Por meio de um inovador modelo de energia por assinatura digital, focamos agora em atender pequenas empresas, suprindo suas necessidades de economia de energia e descarbonização”, diz.


Pelo acordo, a Exata Energia se encarrega pela distribuição e interação com os clientes. “A produção anual atenderá cerca de 2 mil negócios nas regiões das distribuidoras com as quais já temos acordo, o que deverá reduzir mais de 2 mil toneladas de CO2 ao ano.


Este passo também marca uma fase crucial para o grupo, por meio do qual visamos nos consolidar na ponta dentro do segmento de GD compartilhada”, afirma o CEO.


A GreenYellow tem mais de 3,5 mil projetos implementados em todo o mundo, sendo mais de mil deles no Brasil, onde opera desde 2013.


Em energia solar, tem mais de 930 MWp globalmente e, no Brasil, há mais de 70 usinas conectadas ou em implantação, somando 190 MWp de potência instalada.



Fonte: Fotovolt

Commentaires


bottom of page