top of page

Como Posso limpar Meus Painéis Solares?

Além de ser uma forma de produção de energia sustentável, a energia solar é também uma maneira de garantir maior economia financeira, já que proporciona certa independência de outras fontes de geração de energia.



Sendo assim, trata-se de um investimento com retorno a curto ou médio prazo.


Com relação à parte financeira de um sistema fotovoltaico, uma preocupação muito comum diz respeito aos custos com sua manutenção.


Assim como qualquer outro investimento em estrutura física, os painéis solares também precisam de manutenção para evitar a deterioração precoce de seus equipamentos.


Manter a manutenção em dia é o ideal para evitar que o desempenho e a durabilidade do seu sistema fotovoltaico sejam colocados em risco.


Você sabe quais os tipos de manutenção necessários e as despesas envolvidas na sua realização?


Por que fazer manutenção nos módulos fotovoltaicos?


A manutenção dos sistemas fotovoltaicos inclui procedimentos simples, que servem para evitar que os módulos sofram danos e possibilitar o melhor desempenho e aproveitamento do sistema como um todo.



É por meio dos módulos fotovoltaicos que é feita a captação da luz solar, que em seguida é direcionada para o inversor responsável por fazer a conversão em energia elétrica.


Por isso, é fundamental que esses painéis fiquem posicionados para receber grande incidência de raios solares, mas apenas isso não basta.


A correta instalação dos equipamentos que compõem o sistema solar fotovoltaico pode reduzir bastante a necessidade e a frequência de manutenção dos painéis.


É preciso que sejam acomodados em um local adequado e de maneira apropriada, possibilitando o escoamento da água da chuva, o que vai permitir a limpeza natural dos módulos.


Para que isso aconteça, esses itens precisam ser instalados com uma pequena inclinação, de aproximadamente 10 graus.


Assim, o impacto da água e o escorrimento ajudam a remover a sujeira dos painéis. Se possível, também é indicado que sejam instalados de modo que fiquem afastados de árvores e arbustos que possam fazer sombra, derrubar folhas e galhos e contribuir com o acúmulo de dejetos de pássaros e outras sujeiras.



Tomados todos esses cuidados, saiba que a preocupação com a manutenção provavelmente será mínima.


Mas levando em conta que os módulos fotovoltaicos ficam permanentemente expostos à poeira, sujeira, poluição e às diversas condições climáticas, é de grande importância realizar uma manutenção periódica para garantir o melhor funcionamento do equipamento.


Segundo especialistas da área e fabricantes de painéis fotovoltaicos, o equipamento tem a capacidade de manter a captação de energia por 25 anos com 80% do seu desempenho original.


A realização da manutenção periódica é um dos principais aspectos para garantir isso, e por isso é tão importante que seja realizada segundo as orientações dos fabricantes e instaladores.


Essa manutenção pode ser dividida em três modalidades, sendo elas a preventiva, a preditiva e a corretiva.


Confira a seguir qual o custo da manutenção de um sistema de energia solar e mais detalhes acerca de cada modalidade.


Quanto custa para fazer a manutenção nos painéis de energia solar?


O custo da manutenção anual que precisa ser realizada nos módulos solares fica em torno de 0,5% do investimento inicial no sistema solar fotovoltaico.



Esse cuidado envolve procedimentos simples, mas que são muito importantes para evitar a ocorrência de danos e avarias nos módulos (que podem levar à necessidade de manutenção corretiva), aumentando o tempo de vida útil do sistema.


Em geral, a manutenção periódica dos painéis solares possibilita garantir uma atuação mais eficaz, evitando custos com reposição de peças ou eventuais reparos, aumentando a utilidade da energia solar.


Sendo assim, além de ter um custo ínfimo em relação ao investimento inicial, a manutenção dos painéis solares ajuda a minimizar os riscos de que o consumidor tenha gastos com consertos ou substituição de equipamentos.


Por isso, não representa uma grande preocupação para os usuários ao longo da vida útil dos dispositivos.


Pelo contrário: as manutenções precisam ser realizadas corretamente justamente para evitar futuras dores de cabeça.


Manutenção preventiva


Quando se fala em manutenção preventiva, geralmente se trata basicamente de uma limpeza realizada periodicamente nos painéis solares, com o objetivo de reduzir os riscos de qualquer tipo de falha no sistema.



Diversos fatores podem afetar a produção de energia dos painéis, sendo a sujeira um dos principais e mais simples de ser corrigido.


Quanto mais limpos estiverem os módulos fotovoltaicos, melhor deverá ser o seu desempenho para a produção de energia.


Estimativas apontam que a sujeira acumulada sobre eles pode causar perdas de até 25% da geração em alguns casos.


Por isso, a sujeira é considerada um dos principais fatores que podem afetar a produção de energia dos painéis


Além disso, resíduos concentrados ao longo do tempo podem formar manchas nas placas solares, favorecer o desenvolvimento de fungos e causar corrosão nos painéis, reduzindo a sua vida útil.


Levando em conta que a chuva tem um papel importante na limpeza dos painéis, sua regularidade é um fator determinante em relação à frequência que as manutenções preventivas precisarão ser realizadas.


Instalações feitas em regiões que passam por longos períodos de estiagem provavelmente vão precisar que a limpeza manual seja realizada com mais frequência do que em locais onde chove sempre.


Os aspectos mais importantes para garantir uma boa limpeza são os intervalos entre as manutenções, os produtos e equipamentos que podem ser utilizados e os cuidados que devem ser tomados durante o processo.



Em localidades onde não chove muito e há maior acúmulo de poeira, a manutenção preventiva deve ser feita a cada seis meses.


No caso de lugares que chove com frequência, pode ser feita anualmente.


A limpeza em si é simples de ser realizada. Pode ser feita manualmente, apenas com água e um pano, mas lembre-se de seguir os critérios de segurança.


O melhor momento para fazer a limpeza é em dias de temperatura amena.


É preciso atentar para algumas questões importantes, como: desligar totalmente o sistema fotovoltaico antes de iniciar a limpeza; fazê-la preferencialmente do chão, usando um equipamento longo que alcance o telhado sem risco de impacto sobre os módulos; não usar nenhum produto ou item abrasivo, nem objetos perfuro cortantes.


Essas são recomendações gerais, que podem ser encontradas no manual dos painéis fotovoltaicos.


Embora esses manuais contenham orientações semelhantes, é importante que o consumidor esteja atento, pois cada empresa possui orientações e especificações próprias para a limpeza do seu equipamento.


Seguir essas instruções é importante para realizar os procedimentos de maneira segura e adequada, de acordo com o fabricante.


Além da manutenção preventiva, há também outras modalidades, como a preditiva e a corretiva. Continue a leitura para saber mais.


Manutenção preditiva


Mesmo realizando a manutenção preventiva corretamente, o consumidor pode identificar que o sistema apresenta um rendimento abaixo do esperado.



Isso indica que provavelmente a sujeira não era a única responsável pelo problema na geração de energia.


Nesses casos, pode ser necessário realizar a manutenção preditiva, que consiste em efetuar uma inspeção visual periódica no painel, com a finalidade de identificar arranhões, manchas, rachaduras ou qualquer indício de quebra.


Para ter condições de encontrar esse tipo de avaria nos painéis, é importante acompanhar o desempenho do equipamento por meio do sistema de monitoramento.


Desse modo, caso a performance dos módulos esteja regular, não há porquê se preocupar. E se houver algum problema como os mencionados, o primeiro sinal será a queda na eficiência do sistema.


Assim como a limpeza da manutenção preventiva, a observação e análise do sistema fotovoltaico também podem ser realizadas pelo próprio usuário.


Como será necessário subir no telhado para verificar os módulos de perto, é fundamental tomar os devidos cuidados, como utilizar equipamentos de segurança:

calçados antiderrapantes, capacete, óculos de sol, calças compridas, camisas de manga longa e protetor solar.


Além disso, lembre-se de não se apoiar sobre os módulos, pois a pressão e o peso sobre eles pode causar rachaduras ou agravar as já existentes.


Esse tipo de manutenção também é fundamental para reduzir os custos com manutenção corretiva, uma vez que possibilita a identificação de danos logo no início. Entenda do que se trata a manutenção corretiva no tópico a seguir.


Manutenção corretiva dos painéis de energia solar


Ao constatar qualquer tipo de avaria nos painéis solares que não tenha sido resolvida com a manutenção preventiva, pode ser necessário recorrer à manutenção corretiva.



Ao contrário das outras modalidades de manutenção, a corretiva só pode ser realizada por uma assistência técnica especializada.


Em nenhuma hipótese o usuário deve subir no telhado e desmontar o sistema por conta própria.


A equipe contratada ficará encarregada de fazer o diagnóstico profissional do problema e o reparo técnico necessário.


Por conta disso, pode custar um pouco mais caro que os outros tipos de manutenção aqui citados.


Quanto antes uma avaria no painel for detectada, mais simples será o seu reparo. Por isso, é tão importante que as manutenções preventiva e preditiva sejam realizadas com a frequência adequada, pois podem ser decisivas para diminuir os gastos necessários com a manutenção corretiva.


Essa é a melhor forma de manter o funcionamento satisfatório e eficaz do seu sistema fotovoltaico, ampliando a vida útil do sistema.


Com a manutenção dos seus painéis solares em dia, você reduz os custos com possíveis reparos, aumenta o aproveitamento de energia solar e assegura a durabilidade das placas.


Vale pontuar que a manutenção corretiva só é necessária quando o usuário identifica uma queda considerável de desempenho da geração de energia, ou quando encontra algum tipo de avaria nos módulos fotovoltaicos.


Isso significa que os usuários podem passar longos períodos de tempo sem nem mesmo precisar se preocupar com a necessidade de uma manutenção corretiva ou possíveis reinvestimentos no sistema.


A praticidade e o baixo custo com relação às manutenções necessárias reforça a energia solar como uma fonte de energia sustentável, econômica e ideal para as mais diversas realidades.



Comments


bottom of page