top of page

Casa Solar – Integração Arquitetônica


Impacto na arquitetura


Geralmente os sistemas de energia fotovoltaica são instalados nos telhados de imóveis ou no solo, no entanto, existe a possibilidade de integrar o sistema ao imóvel, multiplicando suas funções.


Imagem: Divulgação


O sistema fotovoltaico é muito versátil, visto que o sistema pode atuar como elementos de fechamentos (coberturas planas ou inclinadas), elementos de sombras (pergolados, marquises, brises, etc), e elementos de composição (solo).


O sistema solar pode ser integrado à construção visto que os painéis fotovoltaicos podem substituir materiais tradicionais de acabamento ou fazerem composição com materiais tradicionais. Uma casa solar alia ainda o valor da sustentabilidade ao imóvel.


O sistema fotovoltaico pode ser instalado em harmonia com o conjunto da edificação, sem causar impactos visuais negativos, sempre valorizando a arquitetura existente.


Atualmente a tecnologia permite reduzir o consumo de energia sem renunciar à arquitetura moderna e à criação de novas formas, agregando assim valor ao imóvel.


Mundialmente, cresce a relevância da energia fotovoltaica, pois essa fonte é a mais viável, eficiente e sustentável de geração de energia.


O futuro é criar edificações capazes de gerar 100% da energia que consomem e as novas soluções em energia renovável permitem integrar o sistema fotovoltaico aos edifícios.


BIPV


O conceito BIPV (Building integrated Photovoltaics) surge com a proposta de integração entre arquitetônico entre a estrutura de uma construção e um sistema de energia fotovoltaica.


De maneira moderna, uma construção sustentável é na solução funcional que fornece proteção contra os raios solares, isolamento térmico, proteção contra a chuva, sombreamento, substituição de telhas, entre outros.


Imagem: Divulgação


A energia solar integrada à fotovoltaico (BIPV) tem um potencial significativo para combater a crise energética global e afetar de maneira positiva o bem-estar social de maneira geral.


Uma tecnologia sustentável que possui novas funções, permitindo que empreendimentos ajudem a aumentar a demanda de energia limpa.


BIPV


O IPTU verde é uma mais uma vantagem para quem usa energia solar. O IPTU verde consiste numa proposta de implementação do Programa de Incentivo à Sustentabilidade Urbana.


Proprietários adotem medidas destinadas à redução do consumo de recursos naturais e mitigação dos danos ambientais recebem desconto no IPTU.


Proprietários com Sistemas Fotovoltaicos podem entrar no programa e ganhar desconto de até 10%.


Práticas sustentáveis incentivadas pelo IPTU Verde:

Sistemas de captação e uso da água da chuva;

Sistemas de geração de energia solar fotovoltaica;

Sistema de aquecimento solar de água;

Construção com material sustentável;

Manter o solo permeável para infiltração de água da chuva;

Instalação de telhado verde;

Sistema de geração de energia eólica;

Instalação de bicicletários públicos em calçada;

Uso de economizadores de água nas torneiras;

Previsão de vagas dotas de sinalização e estrutura para recarregamento de veículos elétricos;

Separar lixo reciclável e não reciclável;


Em Salvador na Bahia, no programa Salvador 360, o IPTU sustentável foi batizado com a cor do nosso astro rei.


O programa concede descontos que vão de 5% a 10% dependendo do percentual de economia de energia a partir de fonte solar do imóvel.



コメント


bottom of page