A poluição do ar sufoca a produção de energia solar


De acordo com um novo estudo, partículas transportadas pelo ar e seu acúmulo em células solares estão reduzindo a produção de energia em mais de 25% em certas partes do mundo.


Imagem: Divulgação


Os dados mostraram um salto de 50% na eficiência cada vez que os painéis foram limpos após serem deixados sozinhos por várias semanas.


Os pesquisadores também coletaram amostras da sujeira para analisar sua composição, revelando que 92% eram poeira, enquanto a fração restante era composta por poluentes de carbono e íons da atividade humana.


Embora isso possa parecer pouco, a luz é bloqueada de forma mais eficiente por partículas artificiais menores do que por poeira natural.


Como resultado, as contribuições humanas para a perda de energia são muito maiores do que as da poeira.


Imagem: Divulgação


Mas o acúmulo de sujeira nos painéis solares não é a única coisa que bloqueia a luz do sol - as partículas do ambiente no ar também têm um efeito de proteção.


Como o modelo climático já contabiliza a quantidade de energia solar bloqueada por diferentes tipos de partículas transportadas pelo ar, não foi difícil estimar os efeitos das partículas na energia solar.


Regiões áridas sofrem mais


Os cálculos resultantes estimam a perda total da produção de energia solar em todas as partes do mundo.


Existem, é claro, múltiplas variáveis ​​que afetam a produção de energia solar tanto em nível local quanto regional.


Por exemplo, uma grande zona de construção pode causar um rápido acúmulo de poeira em um painel solar próximo.


“Com a explosão de energias renováveis ​​na China e seu recente compromisso de expandir sua capacidade de energia solar, esse número só aumentará”.


Fonte: www.limpasolar.com.br