A Franquia de energia fotovoltaica é a fonte de energia que mais cresce no mundo.

Se você deseja entrar no mercado de energia solar por meio de franquias, saiba que o seu faturamento pode chegar a mais de R$ 1,5 milhão no primeiro ano, de acordo com o seu investimento.


Imagem: Divulgação


Sua empresa será responsável pelo oferecimento de serviços como instalação, manutenção, dimensionamento de projetos, kits fotovoltaicos e tudo que remeta ao universo da energia solar, variando desde a orientação para aquisição de materiais específicos até as mais diversas necessidades do cliente.


Para manter o funcionamento de uma franquia de energia solar, é preciso ter know how para realizar vendas e instalações de sistemas fotovoltaicos.


Isso quer dizer que, em meio a tantas outras franquias, a sua deverá conter um diferencial no atendimento ou no oferecimento de produtos, além de um amplo conhecimento no universo da energia solar para esclarecer as dúvidas de seus clientes.


Quais os tipos de franquia de energia solar?



Franquia unitária


Sendo o modelo mais utilizado, o empresário disponibiliza uma unidade da empresa para a abertura e garante exclusividade para a comercialização da marca em um local específico. Exemplo: lojas e quiosques de um shopping ou centro comercial.


Microfranquia


Sendo conhecida principalmente pelo seu baixo custo de investimento inicial, a microfranquia conta com um investimento abaixo , e o retorno do valor investido é mais rápido.


Imagem: Divulgação


Ainda assim, ela é caracterizada por ser mais independente e pela possibilidade de ser gerenciada à sua maneira, até mesmo pelo próprio franqueado.


Franquia de desenvolvimento de área


O objetivo desse tipo de franquia é que o franqueado seja responsável por uma região específica.


Ou seja, o empreendedor está comprometido a abrir uma determinada quantidade de franquias em um certo período, o que exige mais experiência.


Franquia master


A franquia master garante o direito de representar uma região especificada pelo empresário, além da possibilidade de instalar mais de uma unidade.


Sendo assim, o franqueado precisa fazer um alto investimento, mas é possível administrar as demais unidades e contar com um lucro proporcional.


Franquia de conversão


Essa modalidade é muito utilizada por empreendedores que já possuem um negócio em operação, ou seja, é possível implementar várias unidades de sua marca em algumas regiões.


Dessa forma, é possível alavancar seu negócio com ações de marketing, padronização dos produtos e muito mais.


Imagem: Divulgação


Shop in shop


Esse tipo de franquia também pode ser chamado de business in, no qual o empresário pode instalar um quiosque dentro do seu próprio estabelecimento.


Mas como assim? Com o quiosque, é possível vender outros produtos que não estão sendo vendidos na loja, por exemplo: cafeteria dentro de um hotel.


Franquia combinada


Na franquia combinada, o franqueado pode utilizar apenas um ponto comercial para a comercialização de marcas diferentes. Isso quer dizer que, ao abrir sua franquia combinada, diversas marcas estarão presentes em sua loja, lembrando a ideia do shop in shop, que oferece diferentes produtos em um local.


Assim, cada franquia será encarregada do dimensionamento dos projetos fotovoltaicos junto ao franqueado.


Além disso, a franquia que você escolher, seja combinada ou master, por exemplo, possuirá um modelo de funcionamento autônomo, visto que o franqueado terá a liberdade de gerenciar seu próprio negócio utilizando apenas as técnicas fundamentais para um bom relacionamento com o cliente.


Dessa forma, será possível atender às necessidades dos consumidores e gerar um lucro em investimento de modo eficiente.


Fonte: www.limpasolar.com.br